Observação.

Um ano se passa, mas existem coisas que são impossíveis de deixar de lado, de esquecer, de não recordar. É um ano, mas parece que é um dia. Consigo sentir as mesmas sensações, as mesmas emoções, os mesmos flashbacks e até não esqueci o gosto do choro. Trezentos e sessenta e cinco dias não foram tanto. Meu quarto está mudado, algumas coisas foram jogadas foras. A sala trocou de posição duas vezes e até mesmo de lado. No lugar do claro sol, colocaram uma cortina e o “armário da Princesa Isabel” foi vendido. Aquele sofá tão feio foi trocado por um novo e a Shenna engordou mais um pouco. As coisas mudaram por aqui. Tudo mudou mesmo. As lembranças quase desapareceram, não é?! Eu temia tanto que isso acontecesse, por isso acreditava que seria difícil lidar com um sofá novo ou com a perda do azul em meu quarto. Mas isso nunca aconteceu. Ainda consigo sentir.

Há um ano me disseram “Quarto novo, vida nova. Agora, você precisa esquecer tudo que aconteceu até aqui e recomeçar”. Eu recomecei, ainda que não tenha esquecido nada, eu recomecei.

IMG_3551

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s