Moldura: as fotos em Conceição da Barra.

Conceição da Barra é uma cidade do norte do Espírito Santo, conhecida pelas suas belas praias (e calor). O lugar é lindo e praticamente deserto (só fica cheio em altas temporadas como carnaval).

Ir à praia foi consequência do meu projeto. O lugar é tão lindo e rendeu tantas fotos legais que eu decidi organizá-las em um post especial.

Chamo essa sessão de “Moldura”.

IMG_7542IMG_7576 IMG_7621IMG_7629IMG_7626IMG_7678IMG_7604IMG_7660IMG_7580IMG_7571IMG_7639IMG_7648

Anúncios

12 – ir a um lugar diferente (#20 antes dos 20)

IMG_763411

Imagina acordar todo dia de frente para o mar, passar o dia inteiro praticando inglês, conhecer gente nova e ainda participar de festas e jogos divertidos?

Na mesma semana que fiz minha lista, surgiu a oportunidade de ir a uma imersão em Conceição da Barra.

Eu precisava de um tempo distante da rotina, da rua e dos prédios. Por isso, fugi do dia cinza da Grande Vitória e fui passar um final de semana em um hotel no norte do estado. Lugar de praia, calor e cores quentes… Um lugar que eu com certeza não iria se não tivesse listado. E não é que eu amei a Barra? Perdi A Banda Mais Bonita da Cidade, mas foi por algo tão bonito quanto. A Barra mais bonita do ES.

Quero muito voltar nesse hotel. O nome é Hotel Praia da Barra. Todos os quartos são de frente para o mar, a comida é maravilhosa e a área verde é digna de muitas fotos.

Estou muito orgulhosa das fotos que fiz lá na Barra. Gostei tanto que vou dedicar um post só pra elas. Coming Soon…

IMG_75891

Não é pedir demais que as coisas se resolvam.

E o trabalhador trabalha. Olhos fixos no caminhão. A roupa manchada de gasolina e as mãos, que eu não entendia como resistia aos esforços, cansadas e muito sujas. O olhar dele eu conhecia. Para muitos, era o mesmo de sempre. A expressão vazia era constante. Para mim, passava-se uma vida inteira por aqueles olhos, um sentimento que nem mesmo ele sabia qual era. Era algo que gritava como “estou sofrendo… estou sofrendo…”. E os pensamentos estavam longínquos tentando encontrar o erro ou o momento em que a vida havia decretado desinteresse por ele. 

Meu coração também trabalha igual ao trabalhador. Martela bombeando para o meu corpo inteiro doses imensas de sentimentos tristes. Apesar de tudo, não quero que a minha aorta se rompa. Eu quero viver.

(Em 24/04/11)